Workshop: a princesa no museu de Évora

O Museu de Évora, em colaboração com o Departamento de Pedagogia e Educação da Universidade de Évora, realiza no próximo dia 28 de Outubro, às 18 horas, o Workshop "A princesa do 3 castelos", com D’Arcy Albuquerque, autora e ilustradora do livro. A autora fala sobre a complexidade e articulação do(s) processo(s) criativo(s) da obra em suas componentes: o texto (o contacto entre o texto ficcional e o histórico), a ilustração (do desenho a lápis à pintura digital ) e o projecto gráfico. As inscrições são gratuitas (vagas limitadas) e podem ser feitas por telefone 266 702 604 ou através do e-mail mevora@imc-ip.pt.

 



sobre a obra: "A princesa dos 3 castelos"

Muito para além da ficção, a história desta princesa remete-nos para o século XIV, para as terras que hoje compõem o Concelho do Alandroal. Em viagem com o seu pai, D. Afonso, a jovem"Maria de Portugal" encontra-se sozinha e com saudades de casa, mas o seu gosto pelos fabulosos castelos da região e a chegada de uma nova amizade acabam por desencadear acontecimentos que irão marcá-la para sempre.

 

sobre a autora (portfolio disponível em: www.darcyalbuquerque.com):

"biografia multicor: D’Arcy nasceu. Mais ou menos com treze anos de idade. Ilustradora, estudou letras, francês e português, por falta do que fazer. Estudou arquitectura para fazer o que faltava. Escreve e inventa sonhos para crianças, porque sabe exactamente o que é preciso fazer. Já publicou meia dúzia de livros, seja sozinha ou em parceria, principalmente infanto-juvenis (sua praia em dia de sol!), mas também ilustrando, fazendo capas e projectos gráficos mirabolantes para livros científicos, de poesia ou prosa de autores brasileiros e portugueses. Actualmente vive e desenvolve seus projectos em Portugal. Trabalha do traço de lápis borrado com saliva, passando pelos bonecos de plasticina (massa de modelar), até as técnicas de desenho digital mais actuais. D’Arcy Albuquerque floresceu num pedaço da Amazônia brasileira, muito perto das águas dos rios e das águas do oceano, bem no lugar onde elas se misturam. Talvez por isso em suas obras água seja uma tinta multicor."by Paulo Vieira, poeta paraense. (http://vieiranembeira.blogspot.com/)